Planilha de ações: veja a importância de controlar suas operações!

Quem deseja lidar com as finanças de forma inteligente sabe a importância de controlar o fluxo de capital nas mais diversas modalidades em que ele acontece. Nesse sentido, para aqueles que investem em ações, é fundamental acompanhar o desempenho dos papéis.

Embora muitos não saibam, existem diversas ferramentas que podem facilitar esse controle das operações. Por exemplo, a planilha de ações. Por meio dela é possível gerenciar a carteira de forma simples e com clareza, podendo visualizar os principais dados relevantes do portfólio.

Quer saber mais sobre o que é e como funciona uma planilha de ações? Então acompanhe a leitura e descubra como esse instrumento pode transformar positivamente sua relação com os ativos!

O que é gerenciamento da carteira de ações?

Antes de compreender as principais informações sobre uma planilha de ações, é essencial entender o que é o gerenciamento da carteira.

Para isso, é necessário levar em consideração que uma carteira desse tipo geralmente é composta por diversos papéis de renda variável, que garantem sua participação nas empresas de capital aberto da bolsa de valores.

Isso faz com que o resultado do portfólio sofra variações ao longo do tempo. Como cada empresa pode se comportar de formas diferentes, é comum que suas ações apresentem oscilações de preços.

Além disso, os resultados também podem variar de acordo com as decisões que você toma. Por exemplo, se você decide vender um papel e/ou comprar outra ação, a configuração da carteira será diferente — o que faz com que os resultados possam mudar.

Assim, o gerenciamento da carteira de ações consiste em fazer o acompanhamento das mudanças que ocorrem na composição de resultados.

Como fazer o gerenciamento de suas ações?

Agora que você compreende melhor o que é gerenciamento de ações, é importante saber como fazê-lo. Assim será possível utilizar a planilha de ações de maneira adequada.

Nesse sentido, para fazer o gerenciamento corretamente, é necessário ter visibilidade sobre os movimentos e as consolidações de performance. Por exemplo, se você vender os papéis por um preço menor que o preço médio de compra, haverá prejuízo.

Além disso, a gestão também envolve fazer um acompanhamento a respeito do recebimento de dividendos e outros proventos. Assim, é possível saber o desempenho acumulado desde o primeiro aporte — ou em períodos específicos.

Outro ponto essencial é obter informações que são utilizadas para as questões legais. Por exemplo, a apuração e pagamento de impostos.

Dessa forma, para fazer o gerenciamento de suas ações você deve acompanhar de forma frequente o desempenho e movimentações de seus ativos, registrando as principais informações referentes à sua estratégia de investimento.

Quais as vantagens de uma planilha de ações?

Como foi possível notar, fazer o gerenciamento de ações e dos resultados da carteira é fundamental para ter dados relevantes e tomar as melhores decisões para atingir seus objetivos. Além disso, ele é importante para calcular os impostos e balancear o portfólio sempre que necessário.

Para potencializar esses objetivos, é possível utilizar ferramentas — como a planilha de ações. Por meio desse recurso, você conseguirá visualizar os principais dados de sua carteira, tendo clareza com relação a quais decisões tomar.

Confira a seguir algumas das vantagens que essa planilha pode trazer para você!

Centraliza as informações

Uma das vantagens de controlar seus dados a partir de uma planilha é a centralização. Essa é uma maneira de ter, em um só lugar, tudo o que diz respeito à sua carteira de ações. Logo, não é preciso buscar informações em outras fontes — o que torna as etapas mais eficientes e diretas.

Além disso, por meio da planilha você evita que certos aspectos fiquem esquecidos e desconsiderados. Nela, a compra ou venda de papéis e o recebimento de proventos poderão ser vistos de uma só vez. Logo, você não perderá nenhuma informação importante.

Facilita o pagamento de impostos

Uma das obrigações legais dos investidores é informar à Receita Federal seus ganhos de capital com a venda de ações. Nesse caso, a responsabilidade de apuração é do investidor. Para isso, é preciso emitir um Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF) com o imposto devido.

Com uma planilha completa, é possível fazer o cálculo do Imposto de Renda (IR) com a venda de ações com precisão. Assim, você tem o controle de todas as operações, podendo apurar os lucros e saber com agilidade quanto é necessário pagar de imposto.

Ajuda no gerenciamento de risco

Outra facilidade que a planilha permite é um melhor gerenciamento de risco. Uma vez que as mudanças na carteira podem interferir no perfil de risco do portfólio, saber com clareza quais foram elas possibilita fazer uma gestão de risco mais precisa e completa.

É possível, por exemplo, saber se o investimento em ações está muito concentrado em um único setor ou em empresas de mesmo porte. Além disso, você pode fazer uma análise dos resultados já consolidados para saber se a performance real está de acordo com o esperado.

Permite identificar oportunidades mais facilmente

Considerando que a planilha de gerenciamento de ações pode ser usada de diversas maneiras, ela também pode servir para embasar a tomada de decisão quanto ao balanceamento de carteira. Assim, é possível identificar melhores oportunidades de compra e venda de papéis.

Desse modo, você consegue manter o nível de risco do portfólio, alinhado com o seu perfil investidor e estratégia de investimento. Ao reunir todos os dados relevantes, a planilha facilita o processo de análise, auxiliando suas escolhas.

Controla a cotação em tempo real

Outro aspecto que pode fazer toda a diferença para suas operações é contar com uma planilha de ações que permita acompanhar a situação dos papéis. Nesse sentido, a planilha do Investidor Independente é a melhor opção.

Com ela, além de ter acesso aos principais dados de seu portfólio, você ainda acompanha a cotação dos ativos em tempo real. Isso potencializa muito o seu controle sobre a carteira.

Como você viu, fazer o gerenciamento da carteira de ações é fundamental para operar no mercado de maneira mais adequada às suas necessidades. Nesse sentido, contar com uma planilha de ações é essencial, principalmente quando ela permite acompanhar o movimento real das ações!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.