Falha em app do Nubank impede PIX de determinados valores

Clientes do Nubank têm reclamado de um bug que impede que determinados valores sejam transferidos por meio de PIX. O que acontece é que, sempre que o cliente tenta fazer a transação, uma mensagem sugere a transferência de outra quantia.

O problema acontece quando os usuários tentam fazer um PIX de R$ 17,99. Nesse caso, o app do Nubank permite apenas o valor de R$ 17,98, que é o valor mais próximo do que foi solicitado.

Existem mais três quantias que não são permitidas, são elas: R$ 16,99, R$ 18,99 e R$ 19,99. Este problema não é recorrente com valores abaixo de R$ 16,98 e nem acima de R$ 20,00.

Especula-se que o bug tenha se iniciado após a última atualização do aplicativo. Usuários que estão com o app desatualizado não passam pelo mesmo problema.

O que diz o Nubank sobre os problemas?

A equipe de engenheiros do Nubank já sabem a respeito do bug e informaram que já corrigiram a falha. Segundo a empresa, a correção está sendo liberada de forma gradual aos usuários.

O portal de tecnologia, Tecnoblog, realizou testes em diversos aparelhos e afirma que no sistema iOS a falha continua presente.

Diversos usuários da rede social Twitter acreditam que o problema do aplicativo do Nubank é um erro na programação. Muitos afirmam que a linguagem utilizada pode não estar conseguindo efetuar o arredondamento dos valores.

Como funciona o Pix no Nubank

Assim como nos outros bancos, no Nubank, não há mais a necessidade de transferir dinheiro utilizando dados da sua agência e conta. Ao cadastrar as suas chaves de endereçamento, que são o número de celular, e-mail e CPF, basta informar esses dados e o dinheiro estará na sua conta em poucos segundos.

O Pix também pode ser usado para fazer diversos tipos de pagamentos. Recebendo uma conta, por exemplo, será possível pagá-la fazendo a leitura do QR Code inscrito nela. Assim, o pagamento é instantâneo.

Esse meio de pagamento do Banco Central também poderá ser usado em estabelecimentos comerciais e em compras online, além de ser útil, ainda, no pagamento de impostos e de taxas do governo.

O PIX está em funcionamento desde novembro de 2020 e já tem milhões de chaves cadastradas em todo o país.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.